quinta-feira, 20 de julho de 2017

Ecos Musicais | Sonho Impossível


Montagem a partir de um desenho de Pablo Picasso (1955).
Uma das faixas do disco Chico e Bethânia ao Vivo (1975), a música Um Sonho Impossível é uma versão de Chico Buarque de Holanda e Ruy Guerra da canção The Impossible Dream, de Joe Darion e Mitch Leigh.  A canção foi composta, especialmente, para o musical “O homem de La Mancha” escrito por Dale Wasserman e que estreou na Broadway em Nova York em 1965. No Brasil, o musical estreou em 1972, mas a música foi consagrada pela voz inconfundível de Maria Bethânia.  Um verdadeiro hino que imortaliza a utopia, a luta por um ideal, a fidelidade aos próprios sonhos de liberdade e justiça.  

Baseado em Dom Quixote de La Mancha, clássico do espanhol Miguel de Cervantes, o musical conta a história da figura peculiar de Dom Quixote, o cavaleiro anacrônico e magérrimo, que percorre as planícies de La Mancha a cavalo, junto com seu fiel escudeiro Sancho Pança - um camponês baixo e gordo - a  socorrer os fracos, desfazer injustiças e lutar contra moinhos de vento. Por isso, o adjetivo quixotesco é definido como ingênuo, sonhador, utópico, meio atrapalhado e desligado da realidade. Vivam as iniciativas quixotescas de todos os tempos. Um viva a todos os Quixotes que lutam por um mundo melhor, apesar de...

Após a letra em português e inglês, seguem três interpretações antológicas: com Maria Bethânia, com Elvis Presley e a última com Frank Sinatra. Cante junto, chore e sonhe também. 

 UM SONHO IMPOSSÍVEL
Chico Buarque & Ruy Guerra

Sonhar mais um sonho impossível…
Lutar quando é fácil ceder…
Vencer o inimigo invencível…
Negar, quando a regra é vender.

Sofrer a tortura implacável,
Romper a incabível prisão,
Voar no limite improvável,
Tocar o inacessível chão.

É minha lei, é minha questão
Virar esse mundo, cravar esse chão,
Não me importa saber, se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer por um pouco de paz.

E amanhã, se esse chão que eu beijei
for meu leito e perdão.
Vou saber que valeu delirar 
e morrer de paixão

E assim, seja lá como for,
Vai ter fim, a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor…
Brotar do impossível chão.”

 AN IMPOSSIBLE DREAM
Joe Darion & Mitch Leigh
 To dream the impossible dream,
to fight the unbeatable foe,
to bear with unbearable sorrow,
to run where the brave dare not go.

To right the unrightable wrong,
to love pure and chaste from afar,
to try when your arms are too weary,
to reach the unreachable star.

This is my quest, to follow that star
no matter how hopeless, no matter how far.
To fight for the right without question or pause,
to be willing to march into hell for a heavenly cause.

And I know if I'll only be true to this
glorious quest
that my heart will be peaceful and calm
when I'm laid to my rest.

And the world will be better for this,
that one man scorned and covered with scars
still strove with his last ounce of courage
to reach the unreachable stars. 

Maria Bethânia. Sonho Impossível. Vídeo publicado em 23 de dez de 2010.


  Elvis Presley - The Impossible Dream (1971). Publicado em 22 out.2010. Live 1971 Written by Joe Darion and Mitch Leigh 1965.

 Frank Sinatra: The Impossible dream (with lyrics). Publicado em 13 jun. 2011

O texto da Revista da UERJ, abaixo, comenta e compara a versão da música e acrescenta um toque de Drummond em suas análises.   
Referências:
https://www.youtube.com/watch?v=XduuNoqwE3w
https://www.youtube.com/watch?v=-Mfd4E7kpvc
http://www.revista.vestibular.uerj.br/coluna/coluna.php?seq_coluna=55

4 comentários:

  1. "Cante junto, chore e sonhe também." - adorei! Estamos vivendo tempos em que sonhar e impossível são quase sinônimos. Não podemos nos deixar abater. Ouvir canções assim são um ótimo lembrete. Obrigada pelo belíssimo lembrete :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me diga, querida! Impossível deixar de sonhar, Ainda que em tempos surreais. E o sonho é coletivo, sempre, porque sonhamos juntos! Obrigada pela visita! Volte sempre, bjs
      Anita

      Excluir
  2. Lutar quando é fácil ceder...que lindo isto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, essa música me faz chorar, em qualquer língua!!! volte sempre! bjs

      Excluir