terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Vida & Yoga: Yoga na fila do banco?


Sim, senhor.
Já disse aqui, em várias ocasiões, que yoga não é sinônimo de acrobacia. Yoga é atitude e modo de vida. Quem pratica a ciência do yoga, quem busca a integração proposta pelo yoga consegue aplicar as suas várias técnicas nas mais diferentes situações. Isso não requer grandes espaços ou movimentações, apenas um pouco de prática. Nada que um bom aluno, atento e consciente, não consiga. 
 Assim, naquelas situações chatas que não exijam nossa atenção específica como engarrafamento de trânsito, salas de espera, filas de bancos, ou algo parecido, pratique abstração dos sentidos (pratyahara),desligue-se dos sons e ruídos externos, pratique a concentração (dharana), a fixação do olhar (trataka) em um ponto, até piscar ou lacrimejar ou, apenas, preste atenção ao ruído de sua respiração e observe o ar entrando e saindo de seus pulmões. Não deixe que pensamentos interrompam este processo. 
Pronto. Você já se energizou, já acalmou a mente e está pronto para a vida.  
Namastê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário