terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Memória & Literatura Infantil | Joias eternas



Desde sempre, fiz questão de incentivar o hábito da leitura nos meus filhotes. Sábado era um dia especial. Era dia de sair para comprar livros ou revistinhas ou livros de colorir. Era dia de ir ao teatro, de passear, de visitar exposições e museus (visitas sempre acompanhadas de um livrinho, como o lindinho Lineia no jardim de Monet, adquirido por ocasião da exposição dedicada ao célebre pintor francês realizada no MASP, há quase 20 anos). Aliás adoro as lojinhas dos museus: lápis, canetas, borrachas, estojos, réguas especiais, estojos, canecas, caderninhos,posters, bolsas etc....
Mas voltando aos livros. Eu entupia as estantes da casa com os livrinhos e as noites com leitura de histórias e música. Lobato, Eva Furnari, Ruth Rocha, Mary e Eliardo França, Ana Maria Machado, Chico Alencar, Liliane e Michele Iacocca, Alba de Castro Toledo e Ziraldo,por exemplo, estavam sempre presentes; livros clássicos como o Livro das Pequenas Virtudes, histórias de fadas, contos e fábulas, idem; quadrinhos com nosso folclore como o Saci Pererê, ou livros que ensinavam, aos pequenos, noções de cidadania, de higiene, de coragem e valores a serem cultivados... e tantos outros... 
Algumas coleções chamaram a minha atenção, como a coleção sobre os grandes compositores quando crianças: Bach, Mozart, Beethoven, Tchaikovsky etc; ou a vida de futuros grandes artistas como os pequenos Leonardos, Michelangelos, Monets, etc... 

Agora descobri outra coleçãozinha que pretendo adquirir - para os netos, talvez. São os Heróis da Verdade – Uma proposta de educação para a paz. A coleção traz as histórias de Gandhi, São Francisco, Madre Teresa, entre outros, sempre com conteúdos ricos em sentimentos e valores.  
Vale muito a pena investir na mente e no conhecimento dos pequenos, é certo, mas vale muito mais a pena investir em seus corações. 

Referências:

Nenhum comentário:

Postar um comentário